Clássico do Cinema: O Desafio do Guerreiro – Braveheart

Clássico do Cinema: O Desafio do Guerreiro - Braveheart

“Braveheart – O Desafio do Guerreiro” é um filme épico de 1995 onde Mel Gibson assume o papel de realizador e actor. O filme retrata a figura histórica de William Wallace, guerreiro, patriota escocês e herói medieval. O realizador tenta conferir ao protagonista uma faceta mais romântica e idealista e menos sanguinária. O filme foi premiado com 5 Óscares.

O Desafio do Guerreiro - Braveheart

O Desafio do Guerreiro – Braveheart

Sinopse:

Vida sem liberdade não é vida.

Braveheart é baseado na vida lendária de Sir William Wallace, um rebelde escocês, que encorajou e liderou o seu clã na luta contra a tirania do Rei Eduardo I, no século XIII.

Wallace, começando por liderar poucos patriotas famintos, acabou por organizar um exército de guerreiros, sedentos de liberdade. Com ele, os escoceses recuperaram a esperança, que levaria a Escócia a ser livre para sempre.

Interpretado e realizado por Mel Gibson, esta grandiosa saga sobre a luta brutal pela independência contra a Inglaterra, é um épico de grandes proporções, carregado de paixão, traição e coragem. A sua magnitude e esplendor fazem deste filme uma verdadeira proeza na história do cinema.

Trailer:

História:

Épico de grandes dimensões sobre a figura histórica de William Wallace, guerreiro e patriota escocês e herói medieval. Neste filme, Mel Gibson assume o duplo papel de actor-realizador e tenta conferir ao protagonista uma faceta mais romântica e idealista e menos sanguinária.

A acção situa-se em finais do século XIII, tempo em que os rebeldes escoceses lutavam contra o domínio do rei inglês Eduardo I (Patrick McGoohan). Depois de, ainda criança, ter assistido à morte de seu pai às mãos do exército inglês, William é acolhido por um tio que lhe dá uma educação esmerada e erudita.

Depois de percorrer o mundo, volta à sua Escócia natal e apaixona-se por uma jovem camponesa (Catherine MacCormack). Para escaparem à deliberação real de que um senhor feudal inglês tinha direito a dormir com uma noiva no dia do seu casamento (direito de prima nocte), contraem matrimónio secretamente.

Contudo, a sua mulher é morta por um meirinho inglês e, no decorrer da vingança, Wallace assume o comando de um pequeno exército de camponeses com o intuito de lutar pela soberania da Escócia. Chega mesmo a derrotar o poderoso exército inglês na batalha de Stirling Bridge, mas fracassa em conseguir o apoio dos nobres líderes dos clãs escoceses mais interessados em manter as suas regalias junto da coroa inglesa.

Apesar da ajuda da Princesa Isabelle (Sophie Marceau), nora do rei inglês, Wallace é traído por Robert Bruce (Brendam Gleeson), herdeiro do trono escocês, e aprisionado pelos ingleses. É torturado e executado em praça pública sem nunca renegar a legitimidade da sua luta.

Um dos aspectos mais bem conseguidos deste filme é constituído pelas cenas de batalha extraordinariamente bem sincronizadas e organizadas, envolvendo milhares de figurantes.

Apesar de Gibson ter “americanizado” a figura histórica de Wallace atribuindo-lhe diálogos absolutamente impensáveis para a época medieval, o filme caiu nas boas graças do público e especialmente dos críticos. Como tal, foi premiado com cinco Óscares: Melhor Filme, Realizador, Efeitos Sonoros, Caracterização e Fotografia.

Fonte: Infopédia

Pictures:

Cenas do filme Braveheart

Cenas do filme Braveheart

Cenas do filme Braveheart

Cenas do filme Braveheart

Cenas do filme Braveheart

Cenas do filme Braveheart

Cenas do filme Braveheart

Cenas do filme Braveheart

Curiosidades:

- Durante o filme, em algumas cenas, aparecem gaitas de fole escocesas (Great Highland Bagpipes), porém o som que é escutado é o som da gaita de fole irlandesa (Uilleann Pipes). Toda a trilha sonora também é produzida com a Uilleann Pipe, embora o filme se passe na Escócia.

- Um dos aspectos mais bem sucedidos deste filme é constituído pelas cenas de batalha extraordinariamente bem sincronizadas e organizadas, envolvendo milhares de figurantes, embora com algumas falhas.

- Muitas das cenas de batalha tiveram que ser refeitas porque os figurantes estavam usando óculos escuros ou relógios de pulso.

- O nome da esposa de Wallace na vida real era Marian, mas ele foi trocado no filme para evitar confusão com a personagem do filme Robin Hood: Prince of Thieves, que tinha o mesmo nome.

- Membros da família Wallace na vida real participaram das filmagens como figurantes, e o diretor Mel Gibson ficou com eles durante o período das filmagens para aprender mais sobre sua história.

- Apesar de Gibson ter “americanizado” a figura histórica de Wallace atribuindo-lhe diálogos absolutamente impensáveis para a época medieval, o filme caiu nas boas graças do público e especialmente dos críticos.

Realizador: Mel Gibson

Intérpretes: Mel Gibson, James Robinson, Sean Lawlor, Sandy Nelson, James Cosmo, Sean McGinley, Alan Tall, Andrew Weir, Gerda Stevenson, Ralph Riach, Mhairi Calvey, Brian Cox, Patrick McGhoohan, Peter Hanly, Sophie Marceau

Estreia Mundial: 1995

Estreia em Portugal: 15 de Dezembro de 1995

Mais Info: IMDB

Disponível em DVD: SIM

Related Posts with Thumbnails
 www.modelbuildings.org . Remorseful, could you help me with my math studying? Sure, only head over to this web site. . High-quality aid with programming assignments of any amount of issue, in this article.